POETA FRANCIS GOMES

POETA FRANCIS GOMES

PALESTRAS, OFICINAS, COMPRA DE OBRAS LITERÁRIAS.

CONTATOS:

contatos:
tchekos@ig.com.br
11 954860939 Tim
11 976154394 Claro

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O amor não desoriginaliza

Neste mundo evoluído modernizado,
A onde o beijo é digitado
E os amigos são virtuais.
Talvez eu seja psicótico
Pois meu amor permanece analógico
Dependente de suas digitais.

E nesta de quem obedece que manda
Você é o satélite que comanda
A direção deste coração robotizado.
Porque o amor arcaico ou moderno
Para que ele seja eterno
Não pode ser desoriginalizado.


Francis Gomes





sábado, 25 de julho de 2015

O amor


Olhando pra mim mesmo não entendo
Como amo sem saber o que será,
De alguém para o qual eu não existo
E um amor que eu sei nunca virá,

Como pode alguém ser louco a este ponto
De amar uma coisa que não há
E desejar de todo coração
Algo que nunca existirá!

Por isso penso que um amor devia ser
Como livros que se guarda em prateleira
E a gente escolhe aquele que quer ler.

Organizados por títulos em fileira,
Optamos pelo que dá mais prazer
E o que não dá deixa guardado a vida inteira.






Francis Gomes

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Minha poesia

Minha poesia não tem,  fineza alguma
Nem técnica nenhuma, pra ser estudada
Mas tem a bravura,  do homem da roça
Nasceu na palhoça, mas é educada.

É simples singela,  até na estética
Não segue uma métrica, de versificação
São versos brancos, soltos  sem ritmo
Muito barbarismo, e também colisão.

Alguns apresentam anfibologia
Também  cacofonia,  e obscuridade
Mas é forte e duro, corta igual navalha,
Sobretudo se espalha, por mato e cidade.

Minha poesia é assim, bem subjetiva
Mas objetiva,  nada é casual
É  simples, bem pobre
Mas se torna nobre no ponto final.



Francis Gomes

domingo, 19 de julho de 2015

Tentativas


Faz algum tempo,
Que não te escrevo um poema
Não te mando uma mensagem
E nem ligo pra você.
Mas não foi porque eu te esqueci
Foi uma tentativa sem sucesso
De tentar te esquecer.

Faz algum tempo,
Que eu não ouço sua voz
Que não toco o seu corpo
Que não procuro você,
Mas não foi porque eu te esqueci
Foi mais uma tentativa sem sucesso
De tentar te esquecer

Faz algum tempo,
Que não falo que te amo
Que aos pouco estou tentando
Afastar-me de você.
Mas não foi porque eu te esqueci
Foram apenas tentativas sem sucesso
Pra descobrir, que não consigo te esquecer.

Francis Gomes


terça-feira, 14 de julho de 2015

Deixa-me



Deixa-me  te olhar.
Percorrer seu corpo com meus olhos
Viajar em um mundo de fantasiais,
Parar em cada curva e contorno dele,
E seguir com muita atenção.

Deixa-me tocar seus cabelos,
Massagear sua nuca,
Trazer seu rosto de encontro ao meu
Sentir sua pele macia
E o seu respirar ofegante.

Deixa-me te abraçar,
Sentir seu corpo tocar o meu
Escutar seu coração pulsar
Recitar versos ao seu ouvido
E perceber seu corpo arrepiar.

Deixa-me te beijar,
Para que eu te tenha por completa,
E você perceba todo meu amor,
Sinta-se a mulher mais amada do mundo,
Eu o homem mais louco e apaixonado.
Por você.




Francis Gomes

A todos as mulheres do meu Brasil

Mulheres



São como lindas estrelas

São como rosas vermelhas

Em um jardim perfumado!

Igual a lua e sol

Formando um só arrebol

No mesmo reino encantado.



É cada sorriso lindo

São como flores se abrindo

Nas tardes de primavera!

São como pedras brilhantes

Colares de diamantes,

Tê-las pra mim, quem me dera!



São como a noite e o dia,

Cheio de encanto e magia!

Faz Parar até o vento.

Têm a essência das flores

Que enchem as almas de amores

E penetra no pensamento.



São loiras, brancas, morenas...

São altas, baixas, pequenas,

De qualquer jeito são belas.

Sempre nos levam ao delírio,

São para os olhos colírio

E não vivemos sem elas.



Elas são verão e inverno

Nos leva ao céu e ao inferno

Tufão de ódio e amor

Mesmo com todos os defeitos

São os seres mais perfeitos

Que o Deus eterno criou.


Francis Gomes


sexta-feira, 10 de julho de 2015

O PODER DE UM DEUS TEMPORÁRIO


Minha amiga me perdoe por falar isso Se por acaso lhe ponho numa berlinda Se nos falássemos pela primeira vez Eu diria a você seja bem vinda Mas como nos falamos outras vezes E espero nos falarmos mais ainda Eu não posso deixar de te dizer O tempo passa mas parece que você A cada dia cada vez fica mais linda
Minha amiga eu te acho tão charmosa Tão elegante sensual apetitosa Que muitas vezes nem sei o que falar. O certo é que sempre que a vejo Eu te quero te cobiço te desejo, É loucura, mas tenho que confessar.
Logo percebo você é como uma estrela São muitos os que desejam tê-La Mas só os deuses têm o prazer de alcançá-la. E como não sou um Deus e nem e me engano Sou apenas mais um simples humano Sonhando um dia poder tocá-la.
Mas sou poeta e nos escritos meus Por um instante também brinco de ser deus E reinvento tudo aquilo que eu quiser. Mudo o agora o antes e o depois Então eu crio um paraíso pra nós dois Eu sou seu homem e você minha mulher.
Mas quando volto pra minha realidade Eu sou plebeu você é celebridade, Porque somente no meu mundo imaginário, É que eu posso tê-la por completa Porque nele alem de ser poeta Eu posso tudo como um deus temporário.
Francis Gomes

Pai e filho

domingo, 5 de julho de 2015

Eu te odeio, eu te amo...


Eu te odeio
Não poderia jamais falar:
Eu te amo,
Eu te adoro,
Você é tudo para mim.
Me perdoe
Se algum dia falei isto.
Foi engano,
Um momento de loucura.
Eu te odeio.
Fui insensato ao falar:
Eu te amo.
Todos sabem,
Eu sei, você sabe,
Porque mentir para mim mesmo,
Porque tentar me iludir,
Porque tentar enganar meu coração;
Eu te odeio.
Não Posso dizer:
Eu te amo,
Você é minha vida.
Não te amo.
Eu te odeio.
Por mais que eu queira,
Não consigo falar:
Eu te amo, tente entender.


Francis Gomes.

OBS: ler de cima para baixo e depois de baixo para cima.