POETA FRANCIS GOMES

POETA FRANCIS GOMES

PALESTRAS, OFICINAS, COMPRA DE OBRAS LITERÁRIAS.

CONTATOS:

contatos:
tchekos@ig.com.br
11 954860939 Tim
11 976154394 Claro

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Festa do povo




Eu vou descrever em versos
O folclore brasileiro
Festejos de uma nação
Costume de um povo inteiro
Lendas e mitos contados
Desde D. Pedro primeiro

Para todos que conhecem
Eu desejo relembrar
Mas para quem não conhece
Quero vos apresentar
O folclore brasileiro
E a cultura popular

Pra grande festa do povo
Não precisa de crachás
Tem quentão pinga da boa
Leite café e chás
Quem quiser dá glória a Deus
Ou saúda seus orixás

Para começar em junho
Tem São Pedro e tem São João
Tem forró e tem quadrilha
Maracatu e baião
Tem sanfoneiro tocando
Pra homenagear Gonzagão.

Que gosta toca um batuque
E faz um samba de roda
Quem tá sentado levanta
Quem tá dormindo acorda
Prá dançar frevo do bom
Fumando fumo de corda.

Tem o côco Alagoano
Congada, fandango e reisado.
Em homenagem ao cangaço
Também se dançar xaxado
Catira e bumba meu boi
Sem deixar ninguém parado

A noite é de alegria
E nisso ninguém discorda
E em volta da fogueira
As crianças brincam de roda
Enquanto os jovens namoram
Os pequenos pulam corda

Os contadores de histórias
Começam se aproximar
E as criançadas em volta
Chegam para se assentar
Até quem ta namorando
Para um pouco para escutar

História de curupira
Lobisomem boi tatá
E do Boto cor de rosa
Cobra sega boi fubá
E do saci pererê
Pulando pra lá e pra cá

E da mula sem cabeça
Do negrinho pastoreiro
Da caipora corpo seco
E da loira do banheiro
Também de alma penada
Vagando pelo terreiro

E quando a fogueira acaba
E se apagam suas brasas
Todos vão se retirando
Procurando suas casas
Feliz igual passarinho
Cantando e batendo as asas

Todos vão se despedindo
Adeus fulano e beltrano
Andando pelo o caminho
Cada um faz seu plano
Pra festejar novamente
Na festa do próximo ano.


Francis Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário