POETA FRANCIS GOMES

POETA FRANCIS GOMES

PALESTRAS, OFICINAS, COMPRA DE OBRAS LITERÁRIAS.

CONTATOS:

contatos:
tchekos@ig.com.br
11 954860939 Tim
11 976154394 Claro

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Eu queria ser um pássaro e não um homem



Eu queria ser um pássaro e não um homem,
Para voar sobre as matas verdes do Brasil,
Pousar nas nuvens que no horizonte somem,
E não pisar neste solo tão hostil.

Esta terra outrora tão cobiçada!
Já não é mais fértil com era antigamente,
Pois a terra  hoje está contaminada,
Ensopada de tanto sangue inocente.

Nossos rios são artérias entupidas,
Cachoeiras; corações que não mais pulsam!
Suas águas estão todas poluídas,
Nos seus leitos lixo podre é o que flutua.

O mar bravo se levanta em tsuname.
A terra geme, grita e treme de tanta dor,
E o culpado de tudo isso é o homem,
Que rouba, mata e destroe tudo que Deus criou.

Eu queria ser um pássaro e não um homem,
Pra fazer meu ninho em copas de árvores belas,
E não sentir a vergonha de passar fome,
Nem morar nos barracos das favelas.

Para não ver crianças cheirando cola,
Ou morrendo nas filas dos hospitais,
Se for pra ver crianças pedindo esmola,
Melhor viver no reino dos animais.

Mesmo correndo o risco de ser capturado
Ou até mesmo morto por um caçador infame,
Eu digo, apesar de nem tudo esta perdido,
Eu queria ser um pássaro e não um homem.





Francis Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário